22 maio 2018

ESTAMOS A TENTAR SER MAIS MODERNOS E ACTUAIS (2)

Sabadabadú 3/5/2018
 
ESTAMOS A TENTAR SER MAIS MODERNOS E ACTUAIS. É UM ESFORÇO GRANDE MAS NUNCA DESANIMO.
 
Foi reconhecida a competência e a minha especialização nestas áreas
 
Como diz a malta: LOL...
 
Uma coisa é o benefício da dúvida. Outra é reconhecer o que quer que seja. E agora que se esgotou o estado de graça (da própria e de quem a nomeou) a única competência e especialização que se lhe reconhece é a fama que granjeou a nível nacional e internacional.
 
Presunção e água benta...
 
Um pouco de modéstia, não?

16 maio 2018

Queimados (4)

Mas nesta coisa daquilo que agora se chama capacitação não há nada como aprender com aqueles que nós pensamos que são os melhores. Quem viveu durante a Guerra Fria criou o mito do espião russo (ou soviético, ou até numa asserção mais abrangente o Homo Sovieticus) invisível, imbatível, imperecível, impassível e eficiente.

10 maio 2018

Queimados (3)

Por isso houve quem aprendesse com gente da PIDE (que se dispôs, amavelmente, a dar explicações), outros recorreram aos clássicos: o MI5 e o MI6 (britânicos), o BND (alemão), a Mossad (israelita), a CIA e o FBI (norte-americanos).

08 maio 2018

ESTAMOS A TENTAR SER MAIS MODERNOS E ACTUAIS (1)

Sabadabadú 3/5/2018
 
ESTAMOS A TENTAR SER MAIS MODERNOS E ACTUAIS. É UM ESFORÇO GRANDE MAS NUNCA DESANIMO
 
.Fiquei orgulhosa de ser a primeira mulher, mas também a primeira diplomata
 
Frase candidata a afirmação "pimba" do ano. O "azeite" elevado ao seu máximo expoente. Alinhada com o artirgo de fundo da revistinha. Pimba e Azeite.

04 maio 2018

Queimados (2)

Um serviço de informações que está a nascer tem de estruturar o seu know-how em referências externas. Por natureza e definição. Não pode ser doutra maneira. Os novos espiões têm de aprender com velhos espiões.
 
An intelligence service that is new born must structure his know-how in external references. By nature and definition. Can't be another way. The new spies have to learn with old spies.

26 abril 2018

Queimados (1)

Ao longo dos anos o serviço de informações somou disparates atrás de disparates, sempre sem que nunca fossem devidamente apuradas nem consequências nem responsabilidades. Naturalmente que nesse serviço, como em qualquer estrutura hierarquizada, à falta de um responsável direto a responsabilidade deve ser sempre assacada ao dirigente, ou dirigentes, máximo. Até porque, não raro, as boas ideias vêm exatamente dessa banda.

24 abril 2018

Correio

Novo endereço
 
compintel AT zoho.eu